sábado, 23 de junho de 2012

Falta de disciplina no Trânsito de Florianópolis

A IMOBILIDADE E O CAOS URBANO ESTÃO ASSOCIADOS À IMOBILIDADE ADMINISTRATIVA. 
BEM ADMINISTRADA A GUARDA URBANA MUNICIPAL PODERIA TRAZER GRANDES BENEFÍCIOS PARA FLORIANÓPOLIS.
O problema da mobilidade urbana existe, no entanto por existir não precisa nos dominar, o poder público pode adotar pequenas práticas e minimizar ou reduzir os problemas.
Não bastasse o grande número de veículos e a  falta de planejamento da cidade ainda nos deparamos com a falta de fiscalização, a  inércia e conivência da guarda municipal.
Abaixo postei fotos da Avenida Rio Branco no trecho entre a Avenida Osmar Cunha e Rua Nereu Ramos. O que pode ser observado é um desgoverno, uma verdadeira esculhambação.
Neste trecho existe uma franqueado do Correios. No local existe uma placa que regulamenta o estacionamento para os veículos a serviço dos Correios por 15 minutos desde que com o pisca alerta ligado. O que podemos observar são tais veículos estacionados por longos períodos com o pisca desligado. Deveria o IPUF ou quem de direito regulamentar que o franqueado fizesse uso de tal espaço somente em horários fora do pico, sugiro entre 11 e 15 horas.
No horário do almoço virou estacionamento de ambulâncias vindas do interior e outros veículos de usuários dos restaurantes estabelecidos na quadra.
Pode também ser observado com frequência uma viatura da Guarda Municipal estacionada no local, não para controlar o trânsito ou o estacionamento irregular, mas para que seus ocupantes façam sua refeição, não que eu seja contra que os guarda municipais almocem.
O que vemos são grandes filas se formando em decorrência do estacionamento de veículos em local de PARADA PROIBIDA! É uma incoerência uma em que a parada é proibida permitir que veículos a serviço do Correios estacionem por até 15 minutos. Tal serviço não poderia jamais estar instalado naquele local sem que o comércio tivesse vagas de garagem para estacionamento dos veículos de carga e de descarga.
Vejam as fotos e as datas que foram efetuadas.
dia 22 de março entre 12:15 e 12:30 horas

Guarda municipal presente mas omissa


 dia 23 de maio 12:26 horas - um grande número veículos incluídas ambulâncias do interior do Estado.
dia 21 de maio 12:17 horas



dia 25 de maio 12:07 horas - novamente a guarda municipal estacionada sem controlar o estacionamento

dia 29 de maio 12:17 horas - novamente a bagunça com a presença e omissão da guarda municipal

dia 20-06-2012 às 12:13 horas




O estacionamento irregular nesta quadra provoca uma imensa fila até a Rua Padre Roma. Após este ponto o trânsito começa a fluir com normalidade.